Já imaginou se todo o ser humano viesse com um Manual de Instrução. Teríamos muito mais facilidade de usar todo o nosso potencial, não é mesmo?

Mas e se o Ser Humano viesse com o manual de instrução e você é daquelas pessoas que nem lê o Manual de Instrução?

Você sabia que algumas pessoas compram equipamentos eletrônicos e assim que o tiram da embalagem já ligam diretamente sem ler absolutamente nada do manual de instrução?

E você sabia que tem gente que antes de ligar o equipamento, lê minuciosamente o Manual de Instrução?

Sabia que essa atitude é uma característica de um perfil comportamental?

Em qual desses exemplos você se encaixa?

Desde a antiguidade o homem busca compreender o comportamento humano que foi analisado e modificado ao longo da história porque as necessidades foram sendo também alteradas.

A modernidade, a razão e o pensamento crítico é o que define o comportamento humano.

Oscar Wilde disse: “Sou a única pessoa no mundo que eu realmente queria conhecer bem”.

Os gregos atrelavam o comportamento aos 4 elementos básicos da natureza, que são o fogo, água, terra e ar.

Hipócrates, nosso pai da Medicina Ocidental, por volta de 370 a.C propôs que nosso temperamento é determinado pelo equilíbrio dos nossos 4 fluídos corpóreos essências, ou seja:  a bile negra, a bile amarela, o sangue e a fleuma.

Desta forma surgiram assim os conceitos: Colérico, Sanguíneo, Fleumático e Melancólico.

Já em 590 a.C, Ezequiel enxergava a humanidade corporificada em 4 criaturas viventes: leão, boi, homem e águia.

Cada pessoa é única e possui sua própria forma de agir nas mais variadas situações. Isso se deve a influências externas que contribuem na formação do caráter de cada uma, como a cultura, o tipo de criação e o ambiente.

Compreender o próximo e respeitar essas diferenças é essencial para melhorar a convivência e garantir a harmonia em qualquer ambiente, até mesmo na escola dentro da sala de aula.

Por meio do mapeamento de perfil comportamental, é possível descobrir inúmeras competências e preferências, bem como as características individuais de cada pessoa.

Há diversos testes de perfis comportamentais e todos têm conceitos parecidos.

Pelo teste baseado no DISC (Dominância, Influência, Estabilidade e Conformidade criado por Willian Moulton Martson), podem-se detectar as competências, talentos inatos do indivíduo e pontos de melhoria.

Vamos conhecer um pouco cada um desses 4 perfis?

Dominância – São pessoas ativas, competitivas e dinâmicas. Não tem medo de assumir riscos e de enfrentar desafios. São trabalhadores, tem uma enorme disposição física e demonstram determinação e perseverança.

Influência – São extrovertidos, falantes, ativos e não apreciam monotonias, se adaptam com facilidade na comunicação e gostam de trabalhos que envolvam movimentação e autonomia.

Estabilidade – São pessoas calmas, tranquilas, prudentes e autocontroladas. Gostam de rotina e atuam em conformidades com normas e regras estabelecidas. São flexíveis, introvertidos, pacientes, observadores e tem boa memória.

Conformidade – São preocupados, detalhistas, rígidos, porém calmos. Suas principais características, são foco, inteligência e perfeccionismo.

São profissionais leais, e comprometem-se fortemente com o trabalho. São sensíveis á críticas e se cobram demais.

Saber em qual perfil você se encaixa é um passo para se conhecer melhor e conhecer melhor o outro. Dessa forma, aprimoramos a convivência na sociedade e com certeza melhoramos muito o nosso relacionamento.

Rosi Moraes

Pratique Coach