Perde tempo com coisas supérfluas? Como você define o que realmente deve ser feito?

Com base na definição de Christian Barbosa em seu livro “A Tríade do Tempo”, nós distribuímos nosso dia fazendo atividades urgentes, importantes e circunstanciais.

Segundo ele, atividades importantes são as que fazemos e que trazem resultado a curto, médio ou longo prazo em sua vida. O que é importante tem tempo para ser feito, pode esperar horas, dias, semanas, meses, etc.

As urgentes reúnem todas as atividades para as quais o tempo é curto ou se esgotou. São as atividades que surgem em cima da hora, que não podem ser previstas, mas que geralmente causam estresse.

As circunstanciais são as desnecessárias, tarefas feitas por comodidade ou por serem “socialmente” apropriadas e não trazem resultados, apenas frustrações.

Portanto, distribuir corretamente o foco para as atividades efetivamente importantes trará muito mais produtividade e é uma forma de gerenciar melhor o tempo.

E para isso são necessárias mudanças profundas na organização e não é fácil, mas vai proporcionar um controle melhor de todas as áreas da vida, fazendo com que tenhamos tempo para viver sem estresse equilibrando trabalho, tempo com a família e lazer.

Envolve melhorar as escolhas, mudar o foco e eliminar do dia a dia as coisas que trazem pouco ou nenhum resultado.
Essa mudança de rotina é fundamental, pois “As coisas não mudam. Nós é que mudamos.” (Henry David Thoreau).

Andrea Habr e Sergio Nogueira